Conteúdo

História do Palácio de Topkapi | Descubra a história por trás do magnífico palácio de Istambul

O Palácio de Topkapi é uma maravilha arquitetônica que celebra a rica cultura e história do Império Otomano. Você sabia que a cozinha do palácio compreende uma coleção de quase 12 mil peças de porcelana, incluindo uma tigela de celadon da China que, aparentemente, mudaria de cor se a comida dentro contivesse veneno? Se você estiver em Istambul, uma visita ao Palácio de Topkapi é imperdível se você quiser se deliciar com a rica história e cultura da cidade.

O que é o Palácio de Topkapi?

palacio topkapi historia

Linha do tempo do Palácio de Topkapi

  • 1453: O sultão Mehmed II conquista Constantinopla, então conhecida como Istambul.
  • 1459: O sultão Mehmed II ordena a construção do “Novo Palácio”, que hoje é o Palácio Topkapi.
  • 1465: A construção do palácio é concluída.
  • 1509: Grandes reformas e expansões ocorrem devido a danos causados por terremotos.
  • 1529: O segundo portão é concluído sob o reinado de Suleyman I.
  • 1665: Um grande incêndio destrói a maior parte do palácio; as reformas são iniciadas.
  • 1853: Esse ano marca o fim do palácio como residência real; ele se torna a acomodação de oficiais graduados.
  • 1924: O Palácio de Topkapi é transformado em um museu que atrai mais de 3 milhões de visitantes atualmente.

História do Palácio de Topkapi

O Palácio de Topkapi é uma celebração da rica história, cultura e passado glorioso do Império Otomano. Aqui estão alguns dos eventos mais significativos de sua história.

palacio topkapi historia

A conquista de Constantinopla

O Império Otomano, liderado pelo sultão Maomé II, capturou Constantinopla (atual Istambul) do Império Bizantino em 1453, após o que o Grande Palácio de Constantinopla foi deixado em ruínas. Maomé criou a Corte Otomana no Antigo Palácio e, eventualmente, deu ordens para a construção do Palácio de Topkapi em 1459.

palacio topkapi historia

O layout do palácio

O sultão Maomé II nomeou apenas os melhores trabalhadores, cortadores de pedra, carpinteiros e pedreiros para construir o Palácio de Topkapi. O layout projetado por ele incluía quatro pátios cercados por paredes altas, um Harém, vários edifícios, jardins e vários pavilhões. Ele ordenou que seus aposentos privados fossem construídos no ponto mais alto do promontório. Sultões sucessivos fizeram muitas expansões e reformas no Palácio de Topkapi, mas o layout do sultão Maomé II foi preservado.

palacio topkapi historia

Um palácio único

O layout e a aparência únicos do palácio são uma parte importante da história do Palácio de Topkapi. Os projetos do sultão Maomé II eram diferentes e se destacaram não apenas da arquitetura europeia, mas também islâmica. Você encontrará elementos do Império Bizantino, bem como influências da arquitetura otomana e do Palácio Edirne, na Turquia, a antiga casa dos sultões.

palacio topkapi historia

O Palácio da Felicidade

Os otomanos se referiam ao Palácio de Topkapi como o Palácio da Felicidade porque o sultão Maomé II era bastante rigoroso em manter uma vida privada, apesar dos motivos estarem abertos ao público. Ele aprovou o Código Kanunname em 1481 para garantir que o princípio da Reclusão Imperial - o ato de observar o silêncio completo - fosse seguido nos pátios internos do Palácio de Topkapi. Janelas grelhadas e passagens secretas também foram construídas para fazer cumprir ainda mais essa lei.

palacio topkapi historia

A expansão do palácio

Entre 1520 e 1560, Solimão, o Magnífico, expandiu significativamente o Palácio de Topkapi porque queria que sua residência refletisse o crescente poder do Império Otomano. Acem Ali foi o arquiteto-chefe responsável pela expansão. No entanto, depois que um enorme incêndio destruiu partes do palácio em 1574, o sultão Selim II recebeu a acusação de reconstruir e expandir não apenas as partes incineradas, mas também os banhos, a Câmara Privada, Harém e os pavilhões da costa.

palacio topkapi historia

Parque Gulhane e Quinto Pátio

O layout do Palácio de Topkapi também inclui o Parque Gulhane - um parque de flores imperial situado no oeste e sul dos terrenos do palácio. Há também uma área chamada Quinto Pátio, que já foi o lar de várias estruturas costeiras, como palácios de verão, quiosques, pavilhões e outros edifícios para funções reais. No entanto, eles deixaram de existir depois que a ferrovia costeira foi construída no século XIX. A única estrutura que ainda existe é o Quiosque Basketmakers, que foi construído em 1592.

Construção do Palácio Topkapi

Construído por decreto do sultão Mehmed II em 1459, o Palácio Topkapi em Istambul é um exemplo da magnificência arquitetônica otomana. Influenciada pelos estilos otomano, persa e islâmico, sua construção foi concluída em 1465.

Os arquitetos, escolhidos por sua experiência, integraram habilmente arcos pontiagudos, cúpulas e azulejos intrincados ao projeto do palácio. Entre os arquitetos notáveis envolvidos em seu projeto e construção estão Alaüddin, Davud Ağa, Mimar Sinan e Sarkis Balyan.

Reconhecido por sua fusão harmoniosa de diversas influências, o palácio é um testemunho da riqueza cultural e histórica da Turquia.

Ao longo dos séculos, os governantes subsequentes contribuíram para a sua expansão e renovação, solidificando o Palácio de Topkapi como um símbolo duradouro da grandeza otomana e do requinte arquitetônico.

Palácio Topkapi hoje

O Palácio Topkapi adquiriu sua aparência atual no século XVI, após passar por várias reformas e modificações. Atualmente, é um complexo que inclui quatro pátios principais interconectados a galerias e passagens, um harém e vários pátios pequenos, pavilhões e jardins.

O Palácio de Topkapi foi transformado em um museu em 1924, após a abolição da monarquia otomana. Ele inclui uma coleção imperial de livros raros, manuscritos, volumes ilustrados, as Relíquias Sagradas do Profeta Maomé, cópias iniciais do Alcorão, vestes otomanas, tesouro real, armas, retratos, bem como o Punhal de Topkapi e o Diamante do Colhereiro.

O Ministério da Cultura e Turismo da Turquia é responsável pela manutenção do Palácio de Topkapi. Funcionários do ministério e guardas armados do exército patrulham o complexo. O palácio faz parte das Áreas Históricas de Istambul, que foi declarada Patrimônio Mundial da UNESCO em 1985. Cerca de 3 milhões de turistas visitam o Palácio de Topkapi anualmente, o que o torna um dos museus mais visitados da Europa.




Reserve seus ingressos para o Palácio de Topkapi

História do Palácio de Topkapi: perguntas frequentes

Quando foi construído o Palácio de Topkapi?

O Palácio de Topkapi foi construído pela primeira vez entre 1460 e 1478.

Quem construiu o Palácio de Topkapi?

O Palácio de Topkapi foi construído pelo sultão Maomé II, o conquistador de Constantinopla.

Quais governantes otomanos governaram a partir do Palácio de Topkapi?

Cerca de 30 governantes otomanos governaram do Palácio de Topkapi por cerca de 400 anos. Começou com o sultão Maomé II, seguido por outros sultões, incluindo o sultão Solimão I, Selim II e Murade III, para citar alguns.

Por que o Palácio de Topkapi foi construído?

O Palácio de Topkapi foi construído para servir como residência real do Império Otomano. Foi também o centro administrativo e educacional do estado.

Por que o Palácio de Topkapi foi chamado de Palácio de Felicidade?

O Palácio de Topkapi foi chamado de Palácio da Felicidade por causa do princípio da Reclusão Imperial codificado pelo sultão Maomé II no Código Kanunname, o que garantiu que o protocolo de observação do silêncio nos pátios internos fosse seguido. A tradição garantiu a reclusão do sultão e sua família do resto do mundo para manter sua privacidade.

O Palácio de Topkapi é um Patrimônio Mundial?

Sim. O Palácio de Topkapi é um Patrimônio Mundial da UNESCO.

Quando o Palácio de Topkapi foi nomeado Patrimônio Mundial?

O Palácio de Topkapi foi nomeado Patrimônio Mundial da UNESCO em 1985.